Como a síndrome do nódulo sinusal causa fibrilação atrial?

Publicado quarta-feira, 22/02/2017
doença do nó sinusal

A doença do nó sinusal, conhecida entre os especialistas de cardiologia pela sigla DNS ou disfunção do nó sinusal, é caracterizada quando há a presença de ritmos cardíacos irregulares ou insuficientes no nó sinusal do paciente. Se não tratada devidamente, essa enfermidade pode evoluir para uma fibrilação atrial (FA), uma arritmia cardíaca séria, que pode […]

Quando é indicado o looper implantável?

Publicado quinta-feira, 19/01/2017
Quando é indicado o looper implantável?

O looper implantável é um dispositivo que serve para o monitoramento eletrocardiográfico de pacientes que apresentam episódios recorrentes de palpitações ou síncopes sem uma causa aparente. É utilizado para monitorar os pacientes a longo prazo, a fim de identificar o risco de desenvolver fibrilação atrial, bem como evitar episódios recorrentes de infarto. O looper consiste […]

Tipos de ablação para o tratamento de fibrilação atrial

Publicado quinta-feira, 12/01/2017
Tipos de ablação para o tratamento de fibrilação atrial

A fibrilação atrial é uma condição na qual o ritmo de batimento das câmaras superiores do coração, chamadas de átrios, é alterado, batendo de maneira mais rápida do que a considerada como normal e prejudicando o bombeamento sanguíneo para o corpo. Essa condição é bastante séria e, muitas vezes, assintomática, ou seja, a pessoa não […]

Como a oclusão de auriculeta é realizada?

Publicado terça-feira, 27/12/2016
Como a oclusão de auriculeta é realizada?

A fibrilação atrial é uma arritmia cardíaca caracterizada pela alteração do ritmo de batimentos dos átrios (câmaras superiores do coração). Essa modificação dos batimentos gera alterações no bombeamento sanguíneo, o que pode acarretar também na formação de coágulos sanguíneos. Caso esses coágulos se formem e consigam se desprender e entrar na corrente sanguínea do paciente, […]

Hospitais Credenciados