Qual a ligação entre insuficiência cardíaca e fibrilação atrial

quarta-feira, 5/abr/2017

Dúvida sobre insuficiência cardíaca e fibrilação atrial

Uma dúvida extremamente comum entre pacientes é a relação entre insuficiência cardíaca e fibrilação atrial. Essas duas enfermidades cardíacas possuem sim relação, porque, geralmente, são condições que coexistem, além de apresentar características semelhantes.

Pacientes com insuficiência cardíaca possuem mais chances de desenvolver um Acidente Vascular Cerebral (AVC) ou morrer após uma fibrilação atrial. Caso ela não seja tratada da maneira mais adequada. Essa informação foi retirada de um estudo científico feito com mais de 1200 pacientes que tiveram algum tipo de irregularidade nos batimentos cardíacos, ou seja, fibrilação atrial. Esse estudo durou cerca de três anos, e concluiu que entre os fatores de relação dessas duas condições pode-se destacar o fato da insuficiência cardíaca prejudicar o tratamento da fibrilação atrial.

Semelhanças entre insuficiência cardíaca e fibrilação atrial

Além de obterem características semelhantes no paciente, a fibrilação atrial e a insuficiência cardíaca possuem os mesmos fatores de riscos. Ou seja, ambas condições são mais comuns após o envelhecimento do paciente, principalmente após os 75 anos.

Tanto a fibrilação atrial quando a insuficiência cardíaca também pode ocorrer com mais frequência em pacientes que apresentam quadro de diabetes, obesidade, hipertensão e apnéia do sono. Pessoas que fumam, ingerem álcool em grande quantidade e, também, não praticam atividades físicas com regularidade também terão mais chances de ter arritmia cardíaca, caso haja uma predisposição genética.

Vale destacar que quando há a fibrilação atrial, o profissional terá mais dificuldade de diagnosticar a insuficiência cardíaca porque os sintomas são parecidos, e há a sobreposição dos sintomas da arritmia. Quando há o aparecimento das duas condições, o prognóstico é mais complicado, aumentando as chances de existir, por consequência, um AVC.

Há, inclusive, especialistas e pesquisas comprobatórias que dizem que a ocorrência de fibrilação atrial em casos de paciente que apresentam insuficiência cardíaca funciona como um alerta para riscos maiores como, justamente, o AVC ou até mesmo o óbito, em casos mais sérios.

Ablação cardíaca

Esse procedimento voltado para pacientes que tiveram fibrilação atrial tem menor efeito em pacientes que também apresentam insuficiência cardíaca. Apesar de ser um procedimento simples, pouco invasivo, feito com o uso de cateteres, pode apresentar maior chances de óbitos também em pacientes com insuficiência cardíaca.

Procedimento médico

Em todos os casos, um profissional deve ser consultado. É importante que o paciente recebe o acompanhamento médico para prevenir AVC e até mesmo uma morte precoce.

Se restou alguma dúvidas sobre fibrilação atrial ou insuficiência cardíaca, consulte nossos especialistas e entenda tudo sobre o assunto.

Hospitais Credenciados